SOBRE TRAIR



Ando refletindo ultimamente sobre o ato de trair. Já ouvi tantas histórias, trágicas ou não, degradantes, humilhantes... Mas de modo geral, é senso comum a realidade da dor de quem passa por isso. 


O que me incomoda na traição, e obviamente eu já fui traída, é a forma como a coisa se dá. Antes de sermos fieis temos que ser leais e esse é o ponto primordial na minha concepção. Trair e ainda expor o outro ao ridículo, além de ser um traço de mau-caratismo, é desnecessário. Traia, mas ao menos seja sutil. Porque a meu ver a dor da publicidade é infinitamente maior, o ser “feita de idiota” ou ser a ultima a saber, é inadmissível dentro da minha personalidade.

Uma coisa é ser traída sem humilhação pública e lidar com isso de três formas:

1) entender que ele não te amava mais porque se envolveu emocionalmente com outra, e aí tudo bem, porque ninguém é obrigado a te amar a vida inteira; 
2) entender que ele é um merda, que te traiu em uma balada ridícula e fora de contexto, porque é “um galinha” inveterado, e aí você se livrou de um problema; 
3) entender que ele não tinha maturidade suficiente para lidar com uma mulher como você, que não tem perfil de bancar a detetive e colar no pé 24 horas por dia, porque não tem somente um namorado na vida, mas outros setores para administrar.

Até aí ainda se entende. Agora outra coisa, é ser traída com humilhação pública. Essa é de arrasar. Como se já não bastasse o cara trair, ele tem que fazer com sua amiga, parenta consanguínea, colega de trabalho, inimiga mortal e em festas públicas onde estão 80% de seus amigos e duas gerações de sua família. Tenha dó!
 
Mil vezes ser uma corna discreta do que uma corna com publicidade! Juro que o que me incomoda mais é o simples fato de ser feita de otária, não é pela pessoa entendem? A pessoa já foi tarde, vai ser triste, vou lamentar e tal, mas tudo bem era alguém que não te merecia mesmo, mas daí a ter a imagem e a dignidade abalada, é inaceitável.

Portanto, vamos tentar ser leais ao menos ao que foi vivido de bom e ponderar antes de fazer o estrago, e isso serve para homens e mulheres que traem. Já que você vai trair mesmo, por covardia de determinar o relacionamento ou por qualquer outra razão, ao menos evite colocar o outro numa situação vexatória e de constrangimento público, ok?



Larissa Cerqueira


               TODA MULHER QUER UM CHRISTIAN GREY
               MAIS VALE UM FEINHO NA MÃO...




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja Bem Vindo ao Blog Ah! Bonita.

Gostou do post deixe seu comentário, ficarei muito feliz em ler.

- Você pode dar sugestões de temas para os próximos posts ou simplesmente a sua opinião...

MAIS ATENÇÃO!

- Leia o post antes de comentar!
- Comentários ofensivos serão excluídos.


Obrigada por fazer parte desse cantinho, volte sempre!

© Ah! Bonita - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo